sexta-feira, 7 de setembro de 2012

EU ATÔMICO


Nenhuma matéria se dissipa
Nada se corrompe de fato
Tudo que é sempre foi
Isto é como estou 

Em todas as formas
Eis o mistério
Daqui à Eternidade
Eu sou

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Brincando de Haicai II

Não tenho mania de 'graças a deus'
Quase todos os méritos
são meus..

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

domingo, 17 de junho de 2012

A educação que vem pela TV


Com a inovação nos ambientes tecnológicos, como aulas transmitidas via satélite e em tempo real, surge a possibilidade de construção do conhecimento de forma interativa em diferentes tempo-espaços. Nesse ponto, a educação se apropria da interação mediada pelo uso do que há de mais moderno na tecnologia: pensamos imediatamente em computador e internet, certo?!  Entretanto, há que se atentar para o veículo de maior amplitude nacional e global: a mídia televisiva. 



Quer queiramos, quer não, a TV - que está presente na maioria dos lares brasileiros, participa dos processos informais de educação, formando ou ''deformando" o caráter e opinião das pessoas. Para muitos é a fonte de maior influência/referência sobre a vida e fatos que os cercam. Um perigo! É preciso selecionar, comparar, criticar, lançar nossos próprios juízos de valor sobre os conteúdos ali veiculados. Pois tudo que vem pela tela é filtrado pela visão de mundo de uma minoria de empresários. Eles monopolizam (com o aval do governo) esse poderoso meio de comunicação para seus próprios interesses, e  por se tratar de entidades privadas, visam sempre, e essencialmente, o lucro financeiro. Mais nada! 


domingo, 25 de março de 2012

A Sós

Não há nenhuma razão para que um deus cheio de amor e poder seja benevolente comigo, curando-me de uma dor de cabeça ou me dando condições de comprar um automóvel, enquanto assiste passivamente etíopes e somalianos definharem na podridão e na miséria. O único jeito de inocentar Deus seria dizer que ele não ESTÁ nem para uma coisa, nem outra..

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que um ‘eu’ diz para outros ‘eus’..

domingo, 5 de fevereiro de 2012

NAIPE

Com as cartas embaralhadas à mesa: eu e o mundo frente a frente num jogo de duração diária. Hoje, ao tomar o meu em mãos, eu já sabia. Nada bom! Quis me esquivar, poder pular a vez, ficar de fora apenas essa rodada. Mas a Vida, grande mediadora do jogo, não aceitou minhas desculpas. Inabalável e intraduzível, ela esperou para ver como se comportariam os jogadores. Impreterível, impôs a partida, sem qualquer chance para fuga. Carrasca! eu diria se fosse sempre isto: um mal jogo forçado e sofrido. 
Não é. Há dias de muito boas jogadas. O problema é que o Mundo é melhor jogador que eu. Mas... se o baralho é um só e o número de combinações de cartas é finito, bons e maus jogos pulam de mão em mão ao acaso?! Já sei! Com o jogo de hoje não há outra coisa a fazer, senão tentar um convincente blefe. Porque acho que, no fundo, não existe jogo fácil. O que existe é a habilidade de jogar com as cartas adquiridas.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

O MODAL DA MODA

camisa xadrez algodão/poliester e tênis tipo clean/slim (anos 80)


O vai-e-vem da moda revela o seu contraditório: não se pauta nem por aquilo que lhe deveria ser próprio - o que há de mais moderno.